índice
 
 
Brevemente,
novos artigos!

Você ainda acredita
que o homem
foi à Lua?
Leia este livro
e surpreenda-se!


 

 



 

Developed by


 


(Envie seus comentários clicando no botão CONTATO acima) 

(Comentários publicados em ordem cronológica decrescente)

 

ATENÇÃO! A pedido do visitante que enviou o importante testemunho abaixo, estamos publicando apenas as iniciais do seu nome e de seu professor.

KTF: Caro André, no mínimo, a sua teoria é polêmica assim como foi a teoria de Erich Von Däniken (Eram os Deuses Astronautas?). Mas acho que você tem vários pontos a favor. Vou me ater, inicialmente, no aspecto técnico. Fiz meu doutoramento na Universidade de Stanford, CA, USA, na área de Ciências Aeroespaciais com vários professores e engenheiros que participaram do projeto Apollo. Inclusive, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente Neil Armstrong. Por exemplo: no caso das pegadas e das marcas dos suportes do módulo lunar, se uma pegada feita por um astronauta pode fazer a marca indicada nas fotos, imagine a "marca" que os suportes do módulo fariam no solo lunar. Não se observam estas marcas! O sistema de propulsão para frear o módulo teria feito uma enorme marca no solo devido à força dos gases (princípio da ação e reação). Como você observou, essas marcas não existem. Em segundo lugar, o "piloto automático" não funcionou, segundo o relato de um professor que ajudou no projeto. O Filtro de Kalman teve que ser desativado por falta de ruído, e Neil assumiu o comando manual causando um grande impacto no pouso. Palavras do professor B! Onde estão as marcas do impacto? Muitos norte-americanos, tais como o professor B, acreditam piamente que o pouso foi feito, embora hajam alguns aspectos técnicos inexplicáveis. A viagem à Lua aconteceu. O que provavelmente não aconteceu foi o pouso no solo Lunar. Tudo me leva a crer que houve mesmo alguma farsa por trás. Somente orbitar em torno da Lua era muito pouco para um potência que queria provar a sua supremacia tecnológica. Teria que ser algo "grande". Tal como um pouso... e o retorno. Outro ponto, como você observou, é o tamanho do módulo lunar que não é consistente com o sistema de propulsão necessário para colocar os astronautas de volta em órbita lunar. Há muitos outros itens que podem ser contestados. Mesmo sendo um tecnocrata profundo conhecedor de muitos detalhes técnicos, não acredito ainda que o homem tenha tocado o solo lunar e retornado. Vou entrar agora em outros aspectos não técnicos: embora tenha vivido por 12 anos nos US trabalhando para a USAF e NASA como contratado, não sou um fã do modelo social e das falcatruas norte-americanas (há muitas delas – vide recente Guerra do Iraque). Eles dizem muito a frase: "o que importa não são os fatos, mas a percepção que se faz deles". Sugiro que assistam o filme "Wag the Dog" (que, no Brasil, tem o título Mera Coincidência), para quem ainda não o fez. Dá uma idéia do que a criatividade norte-americana pode fazer para ser convincente. Não sou um grande conhecedor de todos os detalhes do programa Apollo, mas não é preciso fazer muito esforço para entender que os US estavam atrás na corrida tecnológica contra a URSS. Quem conhece o orgulho norte-americano sabe que eles não aceitariam ficar em segundo plano. Fariam qualquer coisa, a qualquer custo (mesmo de vidas humanas), para conquistar o patamar mais alto no pódio da Humanidade. E mais uma frase típica: "so what?" (e daí?)... e se você estiver certo? Mr. Bush, nem qualquer norte-americano certamente estará interessado em permitir que a percepção da História da Humanidade seja mudada e a farsa seja admitida. Infelizmente... Além disso, também teríamos que mudar a percepção do que foi a Guerra do Paraguai, Canudos, Vietnam, Waterloo... e a História da Humanidade perderia sua credibilidade. A nossa "referência da verdade" seria questionada. Nossos valores morais, sociais e espirituais estariam em perigo. Estaríamos na Era do Caos! Galileu um dia tentou mudar a percepção da Astronomia. Minha intenção não é a de desestimular o seu trabalho pois sou um grande defensor de mudanças nos nossos valores atuais. Galileu tentou... tente você também. Quem sabe você não estará iniciando um novo movimento para mudanças na nossa mentalidade? E, quem sabe, para uma humanidade melhor?

KTF - Engenheiro - SP

Resposta: Prezado KTF, agradeço-o muito pelo e-mail que você me enviou. Você deu o depoimento mais importante que já recebi até este momento sobre A Fraude do Século. Gostaria, se possível, que você me encaminhasse seu endereço e telefone para que não percamos contato. Seus dados serão mantidos sob sigilo. Mais uma vez, muito obrigado! Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

KTF: Caro André, espero que você receba depoimentos ainda mais importantes para dar subsídio à sua teoria, tanto a favor como contra, para que a verdade seja apresentada nua e crua, seja ela qual for. Agradeço o sigilo. Infelizmente, estou na posição de Galileu que, para não ser "queimado vivo", preferiu desmentir a verdade. Um pouco de "covardia", mas há fatores sociais envolvidos e perseguições políticas existem. Se o meu nome e o do professor B forem omitidos, postos em siglas ou pseudônimos, concordo com a publicação do depoimento. Meu telefone é (xx) xxxx-xxxx (celular). Entre em contato se quiser trocar algumas idéias. Um grande abraço,

KTF - Engenheiro - SP

 

 

Caro André, no início de seu artigo, por um minuto me enquadrei no fato de repreender pessoas que não acreditam na ida do homem à Lua. Sou muito novo e só vi esse fato pelos documentários e fotos. Por outro lado, acredito que em praticamente 35 anos de história dessa proeza, se essa fosse mentira, com certeza a verdade já teria vindo à tona. Uma pergunta pra você: Segundo você o homem não foi à Lua. Tudo bem... Mas será que a tecnologia existente hoje poderia fazer com que o homem pisasse em solo lunar?

Victor Oliveira - Economista - Belém/PA

Resposta: Prezado Victor, não duvido que o homem tenha condições de pisar em solo lunar. Mas, duvido que isso tenha acontecido em 1969.

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Prezado André Basílio, li atentamente os seus textos sobre "A Fraude do Século" e não pude deixar de me surpreender com as inúmeras incoerências que "foram encontradas" pelo seu estudo sobre as idas do homem à Lua. Acredito que se não tomarmos cuidado, vamos passar a acreditar também, de hora em diante, que a Terra não é redonda. O seu livro é uma autêntica perda de tempo, um amontoado de informações desconexas, um absurdo imenso e uma contínua falta de reflexão. O meu conselho é que, se você tiver o bom senso de não publicá-lo estará evitando um vexame pessoal estrondoso. A ida do homem à Lua é um fato científico dos mais relevantes da nossa era e absolutamente inquestionável. No seu caso, acredito haver faltado entrar em contato com historiadores e uma pesquisa mais ampla pois, quando você observa, por exemplo, que uma bandeira não poderia tremular na lua pela falta de ar, ignora que a mesma (bandeira) possui um mecanismo de sustentação lateral que possibilita o seu hasteamento, para citar apenas um caso. Ignora que a NASA é uma das instituições mais sérias do mundo e que a chegada do homem à Lua não é uma questão de acreditar ou não acreditar, mas uma possibilidade científica das mais reais para a época (1969). Hoje, ainda existe, na Inglaterra, uma entidade chamada "Sociedade da Terra Plana", constituída por pessoas que acreditam que a Terra, em vez de ser redonda, é plana. Incrível, mas isso existe! Portanto, se desejar, me proponho a esclarecer, inteligentemente, ponto por ponto, as dúvidas expressas no seu livro que, aliás, são dúvidas infantis em todos os sentidos possíveis. O seu livro faz parte do seu esforço, e isso é um mérito, mas se constitui num formidável desrespeito aos astronautas, técnicos, cientistas e todos os envolvidos na ida do homem à Lua (Obs: provavelmente este texto não será publicado, naturalmente, mas eu vou compreender). Fraternalmente,

Jaime Lauda - PR

Resposta: Prezado Jaime, engano seu pensar que eu não publicaria a sua crítica. Não há o por quê de não publicá-la sendo que tento fazer desta seção de Comentários um local democrático onde pontos de vistas diferentes possam ser colocados exatamente para a busca da verdade, onde poderemos estar publicando suas justificativas, "ponto por ponto", sobre cada um dos indícios de fraude contidos no site, caso estas sejam pertinentes. Esta seção de Comentários serve exatamente para isso. Quanto à haste de sustentação horizontal da bandeira dos Estados Unidos, este assunto já foi citado aqui, nesta seção de Comentários, em resposta ao visitante Felipe Mendonça Scheeren. Como você disse, posso estar indo em direção a um "vexame pessoal estrondoso" mas, ter teorias que podem contradizer totalmente um fato histórico e não expor essas teorias por medo de ser discriminado, seria pura covardia. Prefiro correr o risco de, daqui há alguns meses ou anos, passar por um vexame ao perceber que eu estava completamente errado do que, desde o início, saber que poderia contribuir para a divulgação da verdade, mas ter ficado calado e ser considerado, por mim mesmo, um completo covarde. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Olá, amigo! Parabéns pelo site. Ficou muito bom! É uma luz no meio de tanta escuridão. Fiquei bastante chocado com aquele vídeo da Fox (DID WE LAND ON THE MOON?) que ainda causa tanta controvérsia... É muito triste isso, pois eu e muitos crescemos fascinados com a idéia de conquista do espaço e tudo isso tem uma grande chance de ter sido mentira. Um dos argumentos mais fortes, na minha opinião (os outros também são), é com relação à guerra-fria: como é que os americanos conseguiram um salto tão grande de desenvolvimento em comparação com os russos se a tecnologia necessária para levar o homem à lua ainda era um sonho? O que você acha dos argumentos que estão surgindo a favor da NASA? Além deste tema, recomendo outro de suma importância que se refere ao flúor encontrado nas torneiras de nossos lares, que pode ser encontrado no endereço http://geocities.yahoo.com.br/umanovaera/conspiracoes/Veneno_na_Torneira.htm. Vale a pena incluir este tema no seu site. Um abraço e boa sorte!

Klaus - Técnico em Informática - SP

Resposta: Caro Klaus, conforme a resposta ao último e-mail que recebi, do visitante Conrado, são vários os sites que defendem a NASA, mas nenhum deles consegue justificar todas as contestações feitas pelos pesquisadores de todo o mundo com argumentos plausíveis. Quanto ao artigo sobre o flúor do endereço que você citou, tal artigo não cita a fonte das informações, deixando-nos com dúvidas sobre a veracidade das afirmações. Indico-lhe, então, a leitura de um artigo científico muito bem desenvolvido que está postado no site da Medcenter.com Odontologia, no endereço www.odontologia.com.br/artigos.asp?id=185&idesp=12&ler=s citando o flúor como fonte de intoxicação, podendo levar uma pessoa à morte em poucas horas após ingerir apenas 5 gramas de flúor. Me lembro bem de uma matéria que assisti num jornal, na televisão, a cerca de 10 anos atrás, onde o técnico que estava sendo entrevistado dizia exaltadamente e repetidamente que o flúor diluído pelas companhias de abastecimento de água é um veneno a toda a população! Costumo sempre utilizar um dicionário gratuito da língua portuguesa (de Portugal) que existe na Internet chamado Priberam (www.priberam.pt/DLPO). A definição que ele dá à palavra "flúor" é "elemento gasoso, não-metal e halogénio, muito corrosivo e venenoso" sendo, portanto, um produto muito perigoso e mortal se ingerido em doses a partir de 5 gramas. Realmente, este é um interessante tema para ser incluído no site A Fraude do Século. Obrigado pela sugestão. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Após ver seu site, procurei algumas coisas na Internet e achei vários sites que desmentem "a fraude" ou trazem informações importantes sobre o projeto Apollo e a NASA. Acredito que algumas informações devam ser publicadas aqui: http://homepages.wmich.edu/~korista/moonhoax.html, www.badastronomy.com/bad/tv/iangoddard/moon01.htm e www.iangoddard.net/moon01.htm.

Conrado

Resposta: Prezado Conrado, o site Bad Astronomy é citado pelo site A Fraude do Século como um site que defende os argumentos da NASA. Aliás, ele também é patrocinado pela própria NASA. Veja uma propaganda do referido site na página http://science.nasa.gov/headlines/y2001/ast23feb_2.htm, onde a NASA indica também outros sites que tentam desmentir a teoria de fraude. O site Bad Astronomy (www.badastronomy.com) explica algumas das contestações feitas por vários pesquisadores como, por exemplo, as diferentes direções das sombras, que poderiam ter sido causadas devido a irregularidades do solo lunar. Isto, por exemplo, consegue explicar praticamente todas as variações de sombras existentes nas fotos. Mas, não explica, de forma alguma, as variações de direções de sombras existentes na foto do Jogo dos 7 erros (onde acabei encontrando também um oitavo erro) existente no site A Fraude do Século. Na verdade, o site Bad Astronomy contesta apenas cerca da metade das contestações contidas no site A Fraude do Século; além de contestar também algumas contestações feitas por outros pesquisadores, que discutem algumas fotos que nem cheguei a publicar no site A Fraude do Século por também não concordar com as afirmações alegadas, tal como o site Bad Astronomy, devido a embasamentos incoerentes e facilmente justificáveis. Quanto ao endereço http://homepages.wmich.edu/~korista/moonhoax.html citado por você, ele tenta justificar uma real ida do homem à Lua analisando o lado ideológico, citando as cifras gastas no projeto, o número de pessoas envolvidas, etc., mas sem se ater ao lado técnico do fato. Vejo este site muito mais como um site patriota do que como um site defensor de um fato histórico. Obrigado pela sua contribuição! Atenciosamente,
 

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Prezado amigo, acho que para uma análise como essa é necessário um físico, um engenheiro e um perito em fotografias. Isso no mínimo. E esses profissionais deveriam ter larga experiência no assunto em questão. Me desculpe a sinceridade mas você não me parece uma pessoa gabaritada para uma análise minuciosa como essa. Falando como engenheiro... existe tecnologia para levar o homem à Lua sim e muito mais além. O problema é, na verdade, econômico. Por exemplo, por quê o homem parou de ir à Lua? Porque no começo dos anos 70 houve uma cobrança muito grande por parte do povo americano em relação ao uso dos impostos em projetos que não agregam aumento na qualidade de vida das pessoas. Por isso, o programa espacial teve seu orçamento reduzido enormemente. Os motores usados naqueles foguetes eram enormes e tive a oportunidade de ver um desses em uma visita que fiz ao estado da Flórida. Os foguetes levavam uma quantidade enorme de combustível. O grande problema é vencer a atmosfera terrestre. Depois, com a diminuição da gravidade e do atrito fica muito mais fácil chegar ao seu destino... muito mesmo. E isso qualquer país que possui tecnologia espacial já conseguiu fazer. Então, qual é o problema de se chegar na Lua? Quanto à questão da tecnologia de comunicação, não eram usados satélites como alguém afirma. Realmente existe um delay (atraso) de alguns segundos na entrega das mensagens, mas lembre-se que a onda de rádio percorre o vácuo com a mesma velocidade da luz (300.000 km/s). Qual a distância entre a Lua e a Terra? Faça as contas e veja quanto tempo se leva para percorrer essas distâncias. Para você ter idéia do quanto você está errado, até radioamador brasileiro já fez contato usando a Lua como refletor. O nome disso chama-se EME (Earth-Moon-Earth). O cara manda um sinal para a Lua, o sinal reflete na superfície lunar, e retorna para a Terra. Se um radioamador consegue fazer isso com um custo acessível, imagine a NASA com todos os recursos, mais potência (muito mais) em seus transmissores e antenas gigantescas. Hoje, a NASA consegue monitorar pulsos eletromagnéticos a vários anos-luz de distância do nosso planeta. Daqui para a Lua é fichinha. Acho que você deve estudar um pouco mais e procurar outros sites que contradizem tudo isso que você afirma com base científica. Existem vários... é só ter um pouco de paciência e usar o Google (www.google.com.br). Abraços,

Carlos Augusto S. Pereira - Engenheiro - Belo Horizonte/MG

Resposta: Prezado Carlos, você tem razão quanto a eu não ser a pessoa mais indicada para questionar os fatos em questão. Não sou físico, não sou engenheiro e tenho apenas conhecimento básico sobre fotografias. Me utilizo apenas de pesquisas e bom senso para tentar entender o que realmente aconteceu entre 1969 e 1972. Concordo plenamente com você quanto à facilidade de movimentação retilínea no espaço devido à ausência de atrito. Mas, continuo duvidando quanto ao vôo do módulo lunar e à chegada do homem à Lua. Confesso-lhe que foi uma surpresa para mim a utilização da Lua como refletor de ondas de rádio provenientes da Terra. Não conhecia a modalidade de transmissão EME (Earth-Moon-Earth), existente desde 1952, mas encontrei informações a respeito em vários sites na Internet, como neste endereço: www.radioamador.com/eme.asp. A técnica é muito interessante já que a camada de ar que cobre o nosso planeta é extremamente fina e trafegar informações no vácuo é bem mais rápido do que dentro da atmosfera do nosso próprio planeta. Agradeço-o pela enorme contribuição que você está fazendo ao site A Fraude do Século. Não sou o "dono da verdade" e sei admitir quando erro. É com contribuições bem fundamentadas como a sua que podemos discutir sobre a suposta viagem do homem à Lua e aumentarmos o nosso leque de conhecimento. Muito obrigado. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

André, olhei muita coisa no site... achei você um louco... achei os americanos loucos... estou confusa! Tenho várias dúvidas, mas queria entender como Stanley Kubrick pode ter errado tanto! Fizeram tudo sem nenhuma pesquisa sobre o assunto? Vi os links no site da NASA. Não estou pondo em dúvida nada do que você escreveu! Sei que tudo isso foi há muito tempo atrás e que americanos também não sabiam tanto sobre a Lua como hoje. Gostaria de entender. Obrigada.

Mirelle Raso Pagotti - Pesquisadora - Joinville/SC

Resposta: Mirelle, desculpe-me por confundir a sua cabeça. Muita gente me faz a mesma pergunta. Duvidam que Kubrick ou a NASA conseguissem ser tão incompetentes a ponto de cometerem tantos erros. Mas, a questão não está na competência. Uma pessoa extremamente competente pode errar... e muito! Saiba que os filmes são cheios de erros cinematográficos! Isso acontece com os melhores diretores de cinema. O que você acharia se eu lhe dissesse que há nada mais, nada menos, que 214 erros no filme Jurassic Park - O Parque dos Dinossauros? E olhe que esse filme foi ganhador dos Oscares de Melhores Efeitos Especiais, Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Som em 1993 e dirigido pelo premiadíssimo Steven Spielberg, um dos melhores diretores de cinema da atualidade! Portanto, dá para vermos que não é por extrema competência que não se cometem erros. Veja os erros do referido filme acessando o endereço www.falhanossa.com/ParqueDinossauros.htm do também premiado site Falha Nossa. O que eu acredito é que a NASA nunca esperava que, um dia, viesse a existir uma rede mundial de computadores chamada Internet, pela qual suas fotografias ficassem acessíveis a qualquer um podendo ser analisadas e contestadas por milhões de pessoas em todo o planeta; ou pensava que uma contestação desse tipo estaria tão distante de acontecer quanto uma viagem do homem à Lua. E, caso isso acontecesse algum dia e fosse provado que os Estados Unidos nunca estiveram lá, e daí? Os Estados Unidos já teriam se transformado uma mega potência e os autores da falcatrua já estariam todos mortos, não tendo a quem os cidadãos do mundo reclamar. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Caro amigo, sinto muito, mas é impossível acreditar em sua história (melhor dizer estória) por um único motivo: a União Soviética não deixaria uma farsa como esta passar incólume. Qualquer coisa além disso me parece mais uma teoria conspiratória bem ao estilo desses partidos políticos ridículos de extrema esquerda, com uma diferença: eles, pelo menos são desculpados por realmente acreditarem naquilo que falam, ao contrário de você, que tem um único objetivo que, aliás, é o mesmo por trás dos interesses dos malditos EUA: ganhar dinheiro a custa de otários.

Danilo Soares Coelho - Economista - Belo Horizonte/MG

Resposta: Danilo, também nunca entendi como a extinta União Soviética não se manifestou sobre o caso (pelo menos, desconheço esse fato). Há pesquisadores que acreditam que os EUA e a URSS estavam juntos nesta farsa. Os EUA ficavam com uma fatia do globo terrestre dominando o regime capitalista do mundo e a suposta tecnologia espacial; e a URSS ficava com a outra fatia, dominando o regime comunista e a área bélica com seus mísseis ocos. Então, um país não acusava o outro durante a Guerra Fria e esta seria a explicação para isso segundo esses pesquisadores. Agora, eu, particularmente, não acredito nesta teoria. Você me acusa de não acreditar no que digo. Se você me conhecesse, com certeza não diria isso. Quanto ao "meu objetivo único em vender livros", gostaria de lhe dizer que é claro que tenho interesse em vender livros, senão eu não anunciaria o livro A Fraude do Século no site. Mas, gostaria de deixar claro que a criação do livro foi uma conseqüência do meu trabalho na criação do site, que era o meu objetivo inicial. Após ver que o site ficou com um bom conteúdo e com muita coisa interessante, aí, sim, pensei em escrever o livro. Desde novembro de 2003, tenho procurado editoras para publicar o livro mas, até agora, nenhuma se interessou. Algumas alegam que o conteúdo do livro não coincide com o conteúdo editorial da editora. Eu acho que elas têm é medo de serem processadas ou sofrerem alguma represália dos Estados Unidos. Administro minha própria empresa e, felizmente, não preciso de dinheiro de livros. Nem suportaria ter posse de dinheiro obtido de forma desonesta. Só para você ter idéia, tem cerca de quatro meses que não voltava a procurar uma nova editora (procurei hoje) devido à falta de tempo já que, além de administrar a minha empresa ainda faço faculdade. Tenho uma lista enorme de pedidos do livro. Se eu fosse um mercenário, já teria lançado o livro há muito tempo. Outro fator é que vejo como uma coisa absolutamente normal uma pessoa receber pelo seu trabalho e pelas suas pesquisas. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Olá! De inicio, ao começar a ler as informações desse site, me vi como uma "palhaça" ao acreditar em tantas farsas tão explícitas. Porém, não tenho conteúdo a esse respeito para acreditar nisso ou naquilo. Seria ridículo acreditar que a ida do homem à Lua foi uma farsa só pelo conteúdo deste site. Após ler os comentários, como o de um engenheiro e físico, dentre outros que se mostraram inabaláveis, vejo mais uma vez que é preciso de um sério estudo com formação científica para poder evidenciar algo. Como não tenho interesse em física, e sim em áreas biológicas, não irei adiante nessa pesquisa. Contudo, agradeço-o por mostrar a nós internautas o outro lado dos fatos colocados e muitas vezes impostos pela "gloriosa" mídia.

Raquel Martinez Machado - Estudante - Betim/MG

Resposta: É, Raquel. Muitas vezes ficamos sem saber em quem acreditar. Apesar de todas as evidências de fraude encontradas, confesso-lhe que, de vez em quando, pergunto a mim mesmo se não estou enganado em relação à Fraude do Século. Mas, como são tantas as evidências, continuo acreditando e esperando que um dia saibamos a verdade. Abraços!

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Como bom cientista que sou, comecei a ler a conteúdo deste site sobre a ida do homem à Lua. Logo na primeira foto, percebi erros. Vocês já imaginaram que aquela foto pode ser uma construção de várias fotos tiradas em direções diferentes? Já tentaram fazer isso na Terra pra ver para onde as sombras apontam? Vocês sabem que tipo de câmera eles utilizaram no espaço? Já ouviram falar nas distorções que uma lente grande angular gera? Agora, rapidamente sobre outros pontos: 1o "Buzz Aldrin nunca seria visível, na Lua, estando no meio de uma sombra". Acontece que a Lua reflete (e muito) a luz do Sol. É perfeitamente possível que a luz que reflete em toda aquela superfície branca tenha iluminado o astronauta. 2o "Fotos de pegadas, que não se formam na Lua, devido à ausência de umidade" Esta é fantástica! Desde quando é preciso umidade para formar uma pegada? Experimente pisar numa camada de areia seca e veja se você consegue não deixar pegada. - "Módulo Lunar da nave Apollo 11. Você crê que isso voa?" Acontece que a gravidade da Lua é 6 vezes menor do que a da Terra; e é necessário atingir uma altitude muito menor para entrar em órbita. Vocês consultaram um físico para ter idéia do tamanho que um foguete precisaria ter para escapar da Lua, onde nem resistência do ar tem? Sobre os comentários sobre penumbra, não falarei nada, pois simplesmente não vi penumbra alguma. E acredite! Eu procurei. Enfim, acho que, da mesma maneira que muitas pessoas ignorantes acreditam em muitas bobagens só pela gigantesca vontade humana de acreditar em bobagens, vocês acreditam que o homem nunca foi à Lua muito mais porque querem acreditar do que por indícios reais. Quantas "provas" de que o homem nunca foi à Lua vocês pensam que alguém já imaginou e foram descartadas? Há alguma ou vocês acreditam em tudo que tentam usar pra provar a suposta "Fraude do Século"? PS: Espero que o que eu escrevi seja lido de maneira fria e objetiva assim como eu li parte do material publicado no site.

João Paulo da S. Bochi - Porto Alegre/RS

Resposta: Prezado João Paulo, no site há toda a referência das câmeras supostamente utilizadas pelos astronautas. Foram câmeras HASSELBLAD 500EL munidas de filme Kodak especial (vide endereço www.hq.nasa.gov/alsj/a11/a11-hass.html). Quanto à utilização de uma lente grande angular, solicito-lhe que leia, por favor, o comentário postado pelo Sr. Carlos Reche, que também cita a formação de pegadas na areia seca, embora eu concorde que, dependendo do tipo de solo, podem ser formadas pegadas sem humidade. Já em relação à iluminação de Buzz Aldrin, esta seria possível caso a luz solar estivesse incidindo diretamente sobre a Lua, que poderia refletir a luz em tudo que está em volta. Aliás, talvez Aldrin nem saísse na foto de tão clara que ficaria a imagem! Imagine você, na Lua, de dia, com aquela branquidão toda! Deve ser um clarão de cegar qualquer pessoa. Veja, em outras fotos, como esta,  www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/5903.jpg, que a superfície "lunar" fica iluminada somente quando está próxima do alvo da fotografia, parecendo ter sido usada uma iluminação artificial. Note que, ao fundo, a imagem vai escurecendo até desaparecer... A NASA justifica isso alegando pouco tempo de exposição do filme fotográfico, o que impede que imagens mais distantes sejam obtidas, sendo esta uma das justificativas do por quê não são vistas as estrelas em foto alguma. Mas, note bem na foto deste link acima que a superfície lunar que se encontra no canto inferior da foto, que está mais próxima da câmera, também está mais escura, o que contradiz essa teoria de pouco tempo de exposição do filme. Note que apenas a região próxima ao astronauta está iluminada, assemelhando-se a uma iluminação artificial. Você tem toda razão em relação à gravidade reduzida da Lua e à inexistência de atrito com o ar. Mas, o módulo pesava toneladas e continuo não acreditando que aquilo voe. Finalizando, em relação a outras evidências de provas, realmente elas existem. Já encontrei várias outras em alguns sites que abordam o mesmo assunto que o site A Fraude do Século. Porém, algumas evidências não tinham fonte confiável; e outras eu não concordei com os indícios relatados, que poderiam ser simplesmente mera coincidência. Agradeço-o pela sua colaboração no site A Fraude do Século. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Gostaria que você verificasse melhor a foto as11-40-5902.jpg deste site. Você disse que, como o Sol é a única fonte de luz, as sombras deveriam ser paralelas. Perfeito. Mas, isso se os obstáculos para a luz (nesse caso, homem e pé do módulo) forem paralelos. E, nesse caso, não são. É óbvio que as sombras serão oblíquas. Na verdade eles não precisam ser paralelos. Suas projeções ortogonais num plano perpendicular ao da trajetória da luz devem ser paralelas para as sombras serem paralelas... Em outras palavras, se o pé do módulo estivesse inclinado na mesma direção da luz, as sombras deveriam ser paralelas, mas isso não vem ao caso. Por enquanto, acho que este é o único erro que encontrei no site. Se houver mais algum, é coisa sutil. Obrigado.

Rafael Costa - Estudante - Brasília/DF

Resposta: Oi, Rafael! Acho que você pode ter razão quanto ao seu questionamento. Mas, mesmo que eu tenha me enganado nessa foto pelo fato do pé do módulo lunar estar inclinado, as diversas sombras em outras direções nas demais fotos continuam existindo. Pelo jeito, você também é um bom observador! Obrigado pela sua colaboração. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

André, vendo você apontando os erros e alguns sendo completamente absurdos, como é que isso até hoje não foi desmascarado? Até hoje, as únicas matérias sérias que vi sobre isso foram a da Fox Television (dita por você mesmo), do fantástico e esta do seu próprio site, com evidências muito gritantes. Por quê ninguém tenta desmascarar isso? O que você acha?

Filipe Marques de Souza - Estudante - São Paulo/SP

Resposta: Prezado Filipe, no mundo inteiro, pesquisadores estão questionando a NASA, tentando desmascarar a farsa. Conseguir provar tudo é muito complicado e, se realmente estivermos certos, a NASA e os Estados Unidos admitirem ter enganado todos por tantos anos é muito mais complicado ainda! Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Bom dia, André! Antes de mais nada, parabéns pelo site. Concordei com a grande maioria dos questionamentos que você colocou e acho que tudo foi uma grande farsa mesmo. Mas eu gostaria de fazer alguns comentários: Sabe onde você colocou "Qual é o tamanho real da Terra vista da Lua?"? Então, essa ilusão da Terra estar maior em uma fotografia do que em outra poderia ser explicada pelo tipo de lente usada na foto. Se fosse uma teleobjetiva em uma foto (o que as pessoas chamam de "zoom"), e em outra fosse uma objetiva normal, seria natural isso acontecer. Pois a teleobjetiva "achata" os planos da imagem "aproximando os objetos". Você nunca viu uma foto com "zoom" de algum jogador de futebol durante uma partida? Repare na torcida atrás dele, parece estar bem mais perto do que realmente está. Por outro lado, se utilizarmos uma objetiva grande angular (ou lente "olho de peixe", que é o oposto da teleobjetiva), poderíamos explicar essa deformação na direção de algumas sombras (repare que elas parecem ir em direção ao mesmo centro). Mas seria estranho que uma grande quantidade de fotos tivessem sido tiradas com uma grande angular! E mais: pra uma deformação desse tamanho, não seria qualquer grande angular, não! Ainda mais naquela época! Bom, minha última colocação: Se houvesse mais de um ponto de luz nas fotos, não deveria haver mais de uma sombra em cada objeto? A não ser que fosse um spot de luz em cada objeto! Mas não parece ser o caso. O que eu acredito que aconteceu foi que, houve sim apenas um centro de luz para algumas fotos. Mas pense que, quanto mais distante um ponto de luz de um objeto, mais paralelas tenderão a ficar suas sombras (o que acontece com a gente em relação ao Sol). E quanto mais perto os objetos do centro de luz, mais elas ficarão numa direção divergente, certo? Acredito que havia apenas um centro de luz (artificial!) em algumas fotos. Então eles tentavam contornar utilizando uma grande angular pra deformar a imagem. Bom, não sei... são apenas algumas suposições que gostaria de compartilhar com você, que também tem um olhar crítico pra analisar imagens. Ah, antes que eu me esqueça: você poderia explicar o exemplo das pegadas num lugar sem umidade fazendo analogia a pessoas no deserto. Todo mundo já viu alguma imagem de alguém subindo uma duna de areia. Então, até se formam algumas pegadas, mas não são nada definidas, sendo totalmente o oposto dessas "pegadas lunares". Mas, gostei também da analogia "inversa" que você fez com o fundo do oceano. :) Até mais! Um abraço!

Carlos Reche - Sorocaba/SP

Resposta: Prezado Carlos, agradeço-o muito pelos seus pertinentes comentários como alguém que conhece bem os efeitos visuais que são conseguidos nas fotografias. Sua contribuição foi muito importante não só para mim, mas também para todos que acessam o site A Fraude do Século! Muito obrigado! Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Muito interessante este site. Eu também tenho minhas dúvidas quanto à ida do homem à Lua. Por quê eles não vão à Lua hoje quando temos muito mais tecnologia? Após o retorno do homem à Terra, a bandeira ficou na Lua? Existem, hoje, equipamentos e telescópios poderosos que poderiam ver se esta bandeira ainda está lá?

Edson Júnior - Divinópolis/MG

Resposta: Caro Edson, na minha opinião, o homem não "voltou" à Lua porque as imagens que viriam de lá seriam muito conflitantes com as imagens já divulgadas pela NASA ao mundo inteiro. Uma ida do homem à Lua realizada por outros países poderia contradizer tudo que já foi dito pela NASA em relação à Lua (ou, simplesmente confirmar tudo que a NASA sempre disse). Mas, uma nova investida dos próprios Estados Unidos para uma viagem à Lua não confirmaria nada. Se uma fraude já teria sido feita antes, certamente poderia ser feita novamente. Quanto à bandeira, ela teria ficado cravada na Lua. Mas, quanto aos telescópios poderosos, parece que estes ainda não existem. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Gostaria de parabenizar o autor deste site pela coragem de contestar a suposta viagem à Lua da NASA. Porém, ainda tenho dúvidas a respeito do assunto. O site Bad Astronomy (www.badastronomy.com) conseguiu responder à questão da presença de penumbra nas fotos da Lua? E quanto à radiação solar, não poderiam as roupas dos astronautas protegê-los dessa carga elevadíssima de radiação? Se a poeira lunar é diferente da terrestre, os astronautas trouxeram um bocado dela para provar esta afirmação? Acho que a NASA deve novas explicações ao mundo sobre estes fatos, sem arrogância. Afinal, um feito dessa magnitude tem que ser muito bem provado!

Matheus M. Battistoni - Estudante - Campinas/SP

Resposta: Oi, Matheus! O site Bad Astronomy cita que os astronautas são bem iluminados na Lua devido ao fato da Lua refletir a luz do Sol em sua superfície, mas não encontrei referência alguma sobre as penumbras. O Bad Astronomy também diz que a nave espacial resistiu bem à radiação solar, mas não vi no site explicação sobre as roupas dos astronautas resistirem à radiação. Por fim, quanto à poeira lunar, a NASA afirma que os astronautas trouxeram para a Terra 382 quilos de rochas e resíduos do solo lunar. Agora, será que todo esse material guardado pela NASA é realmente proveniente da Lua? Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Olá, André! Que surpresa tivemos ao ler seus comentários sobre A Fraude do Século. Antes, quero parabenizá-lo por sua bem feita pesquisa. Eu, Elídia, sou brasileira e meu marido é espanhol. Moramos na Espanha. Quando aqui cheguei, percebi claramente a pouca empatia que os espanhóis têm com os norte-americanos; coisa muito diferente do que vemos no nosso querido Brasil por uma relação de superioridade que exercem sobre nós e que ainda é muito forte. Ainda estamos engatinhando... Por isso, a leitura do seu texto foi para mim mais surpresa que para ele. Acreditamos em suas pesquisas porque elas contêm um compêndio de verdades. O que acontece é que muita gente acredita em tudo que vê pela televisão. É mais fácil acreditar que, nos filmes de Hollywood, uma pistola na mão de uma mocinha seja tão fácil de manejar como um rolo de macarrão! E até acreditam que aquele garotão Jean-Claude Van Damme continua com os cabelos penteados depois de correr, passar por obstáculos, andar de Jeep e outras coisas mais. É... fazer o quê? Pensar, pra muita gente, dói a cabeça! É mais fácil acreditar no inacreditável. Um abraço da Espanha e sucesso nas suas pesquisas.

Elídia e José Antônio - Professora e Informático, respectivamente - Albacete/FB - Espanha

 

 

É impressionante como os Estados Unidos conseguiram fazer com que toda a humanidade fizesse papel de idiota. Todo mundo acreditou! Estou me sentindo uma "palhaça" que foi enganada por toda a vida. Quero lhe parabenizar pelo site e pelas suas pesquisas. Pode ter certeza que elas foram de grande utilidade para que possamos ver o quanto somos passados para trás por um país que só quer saber de dinheiro e poder. Uma sugestão de uma nova farsa é: "Roraima é um estado brasileiro ou norte-americano?" Faça uma pesquisa e vai ver o quanto os EUA comandam o Brasil. E, mais uma vez, Parabéns!

Renata Mello - Estudante - Niterói/RJ

Resposta: Oi, Renata! Quando comecei a pesquisar sobre a suposta ida do homem à Lua, tive esse mesmo sentimento que você descreveu. É péssima a sensação de ter sido enganado por tanto tempo! Quanto à Roraima, este assunto está na pauta para publicação no site A Fraude do Século. Já obtive informações de pessoas que moraram na área de que lá é aquilo mesmo que está na carta escrita pelo brasileiro que ficou indignado com o que acontece naquele Estado. Obrigado pelo apoio! Abraços!

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Parabéns mesmo André, pelo conteúdo do seu site! Saiba que você conseguiu fazer confusão na cabeça de todos! Confusão no lado bom, uma vez que está desmascarando essa farsa que pode mudar o futuro de nações! Um abraço!

Gabriela Barcelos - Estudante - Niterói/RJ

 

 

Você deve ser maluco! Maluco interessado em vender livros. Papel aceita qualquer coisa mesmo. Se sou um dos milhões de otários do século, com certeza não o serei comprando tal trabalho.

J. Fernando R. Aranha - Editor - Campinas/SP

Resposta: J. Fernando, respeito o seu ponto de vista. Também já pensei coisas piores de quem duvidava da ida do homem à Lua. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Li todo o site com bastante curiosidade. É uma óptima visão a sua sobre as várias capacidades do homem. A maior é certamente a da imaginação! Digo isto com o objectivo de confirmar que os EUA são expressamente um país de grande imaginação, imaginação essa que transforma a realidade noutra realidade... numa espécie de esquizofrenia consentida! Mas, dentro também da toada de minha opinião, devo deixar-lhe os meus parabéns pelo arrojo e dois apontamentos meramente técnicos: 1o No que diz respeito às pegadas, elas podem de facto ser feitas sem o auxílio da água, desde que o material seja um sólido com propriedades elásticas e que permita uma deformação permanente. 2o quando fala em o "sangue ferver a 36ºC", de facto gera a idéia do senso comum que temos da água a ferver a 100ºC, o que não acontece. O que se passa é somente uma mudança de estado líquido/gasoso à temperatura intrínseca dos 36ºC a uma queda de pressão de 93820 Pascal. É esse afinal o truque de se usar uma panela de pressão.

Eurico Ribeiro - Engenheiro Físico - Lisboa/Portugal

 

 

Cara, este foi um dos melhores sites que eu vi na minha vida! Você explicou tudinho nos mínimos detalhes... O pior é que eu tinha um professor que faltava bater na gente dizendo que o homem foi à Lua, e você provou que não foi e não foi mesmo! E ainda mais em 1969! Estamos em 2004. Será que os caras se esqueceram de como ir pra lá? Esses americanos são falsos mesmo...

Marcelo J. Ferreira - São Paulo/SP

Resposta: Oi, Marcelo! Fico satisfeito em você ter gostado tanto do site. Mas, gostaria de salientar que ainda não provei nada! No site A Fraude do Século, há vários indícios da fraude. Os indícios são fortes, mas ainda não são provas concretas e indiscutíveis. A maioria das pessoas acredita que os estadunidenses foram à Lua. Creio que muito será analisado e discutido até que se chegue a uma verdade plena. Lembre-se que posso estar errado e o seu professor certo. Mas, considero que o importante não é você acreditar em mim ou no seu professor. O importante é você mesmo pesquisar e tirar suas próprias conclusões! Bons estudos! Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Existe alguma foto que tenha sido tirada por um telescópio mostrando as coisas que os americanos teriam deixado na lua? Refiro-me aos objetos que supostamente os homens tenham deixado lá, como bandeiras, pegadas ou as coisas que aparecem no site da NASA; e não apenas objetos que possam ter sido deixados lá por naves não tripuladas, algo que seria bem menos complicado de fazer, creio.

Jaime - Webmaster/BA

Resposta: Prezado Jaime, uma foto como essa, citada por você, não existe até o momento, pelo que eu saiba. Inclusive, já li uma matéria que afirmava que a NASA esperava que, quando a tecnologia estivesse mais evoluída e existissem telescópios extremamente potentes, conseguiríamos ver os objetos deixados na Lua pelos astronautas americanos, provando que eles realmente estiveram lá. Mas, para mim, isso não provaria muita coisa. Como você mesmo citou, qual seria a garantia de que tais objetos não teriam sido lançados lá recentemente? Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Realmente fica difícil duvidar de algumas evidências, principalmente quanto ao fundo de estrelas e a inexistência de marcas do propulsor do módulo de pouso, mas já quanto às penumbras, por exemplo, naquela foto em que Aldrin está descendo do módulo, ele de forma alguma deveria estar completamente invisível apesar de estar sob a sombra do módulo pois, apesar do sol ser a única fonte de luz, essa mesma luz do sol reflete no solo que por sua vez ilumina Aldrin, não devendo, então, dessa forma, estar Aldrin completamente invisível. No mais, tudo parece muito interessante e pela minha simpatia com a URSS e minha antipatia com USA, vou acreditar em você. Abraços e boa empreitada!

Fabiano Anderson Pedroso - Estudante de Física - Gravataí/RS

Resposta: Oi, Fabiano! Você está com toda razão na sua observação. A luz refletida na Lua poderia mesmo iluminar muita coisa, inclusive o Aldrin! Mas, a iluminação deveria ser na mesma proporção para ambas as direções; e note que as costas de Aldrin, onde está o seu equipamento, está bem menos iluminada que a sua lateral direita. Então, continuo com a mesma idéia de que tal fotografia (www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/5869.jpg) fora feita em estúdio. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Olá André! Quero te parabenizar pelo excelente material que publicaste. Gostaria de fazer um comentário a respeito da foto http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a11/as11-40-5875.jpg, onde aparece o Edwin Aldrin com a bandeira americana tremulando. De acordo com a NASA, o Vento Solar a fez tremular. Se o vento é solar, ele deve soprar na mesma direção em que ele emite a luz, certo? Sendo assim, ele estaria indo, de acordo com as sombras, da esquerda para a direita. Se fores analisar a bandeira, ela está pendurada na direção oposta. Se fizeres este teste, verás que a ponta solta da bandeira deveria estar virada pra trás, em direção ao mastro, o que não acontece. Se olhares também, na foto ampliada, a bandeira próxima ao mastro, pode-se ver uma curvatura na bandeira que só seria possível com vento vindo da direita para a esquerda. Interessante, não? Creio que eu não esteja enganado nas minhas observações... Parabéns pelo site! Até mais!

Felipe Mendonça Scheeren - Estudante de Ciência da Computação da UFRGS - Cachoeirinha/RS

Resposta: Prezado Felipe, suas observações foram bem fundamentadas e interessantes. Mas, na parte superior da bandeira, há uma haste fixa para manter a sua sustentação. Então, neste caso, pouco vento vindo de qualquer direção seria o suficiente para balançá-la. Obrigado por visitar o site e por ter deixado o seu comentário. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Nunca li tanta besteira como neste site sobre A Fraude do Século!

Ricardo Marcelo Villani - Publicitário - São Paulo/SP

 

 

Caro André Basílio, gostei muito de seu site sobre "A Fraude do Século". Parabéns. Gostaria também de fazer uma observação que pode dar ainda mais certeza de que tudo não passa de uma fraude. As informações a seguir são duvidosas, portanto não tenho certeza da veracidade delas, mas não custa averiguar. A NASA divulgou uma foto em que um astronauta tirava sua própria foto, com a máquina à sua frente. Na foto, o capacete do astronauta reflete a imagem de outros dois tripulantes na Lua. Até aí tudo bem não fosse um detalhe: segundo informações oficiais da NASA apenas dois tripulantes pisaram em solo lunar. Então como é possível o reflexo de dois tripulantes se o terceiro é o que reflete a imagem? Não tenho certeza dessas informações, mas se encontrar alguma foto com as características que eu te falei vale a pena conferir. Qualquer coisa me contate, estou à disposição. Fui!

Diego Almeida - Salvador/BA

Resposta: Prezado Diego, não conheço essa foto citada por você. Conheço uma foto semelhante que já foi contestada na NASA, e que faz parte do site A Fraude do Século. O link dela é www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a12/as12-49-7278.jpg. Nesta foto, tirada por Charles Conrad no projeto Apollo 12, vemos Alan Bean segurando um recipiente de amostra lunar. Algumas pessoas pensavam que existia um terceiro astronauta nesta foto agachado, no chão. Mas, na verdade, o que se pensava que fosse um terceiro astronauta nada mais é que o próprio braço de Alan Bean refletido no capacete. Gostaria de informar-lhe também que não foram apenas dois astronautas que teriam pisado no solo lunar. Teriam sido vários, durante as seis expedições que teriam existido. Na verdade, teriam acontecido sete viagens. Mas durante a terceira expedição, ocorreram problemas na nave forçando o cancelamento da expedição e retorno imediato à Terra. Portanto, somente seis das expedições teriam tido sucesso. Obrigado pelo seu comentário. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Caro André Basílio, entrei no seu site porque estou fazendo um trabalho sobre a NASA. Achei muito interessante mesmo esta sua "descoberta" sobre a fraude do homem ter ido à Lua. Depois de ter lido todo a parte de "A Fraude do Homem na Lua" eu mudei de idéia e passo a acreditar agora que tudo isso foi realmente uma farsa devido às suas diversas provas de que isso realmente não aconteceu... Este seu site está me ajudando muito no meu trabalho. Gostaria de agradecê-lo pelo seu trabalho... Obrigado.

Tiago Nicolau - Estudante - Belo Horizonte/MG

Resposta: Prezado Tiago, que bom que as informações do site A Fraude do Século estejam lhe ajudando no seu trabalho escolar. Mas, gostaria de salientar que, no site, não há provas de que o homem não tenha ido à Lua. Tem muitas teorias de que isto nunca aconteceu. É apenas a minha opinião particular a respeito do assunto, e não uma prova absoluta e incontestável.
Obrigado por visitar o site e pelo seu comentário. Desejo-lhe sucesso no seu trabalho. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

André, parabéns pelo acervo informativo e, segundo minha opinião, bastante embasado! Sempre achei muito estranho essa estória do homem na Lua, mesmo sem conhecimento de causa.

Lucinéa Alfaia da Silva - Contadora - Porto Velho/RO

 

 

QUE LOUCURA!!! Eu nunca aceitei completamente esta estória do "Homem à Lua", pelo menos no sentido técnico. Agora, sinto cada vez mais próximo o "Homem à Lua" no sentido da loucura humana e do que o Homem é capaz para atingir os seus objetivos: até enganar o mundo inteiro, se for possível... e foi! Agora, o fato de eu nunca ter acreditado realmente que o Homem foi à lua não significa que eu tenha que aceitar todas estas supostas provas em que o Sr. parece tecê-las tão bem junto, é claro, de outras fontes. Parecem convincentes mas, como confiar mais em alguém? Sinto que nós estamos desamparados por motivo da ignorância e da ousadia de líderes loucos que governam o mundo. Sinto-me cobaia. Outra coisa em que eu acredito que também pode ser até verdade: somos frutos de uma experiência extra-terrestre. Estamos aqui manipulados por inteligências não humanas com o objetivo de não sei o quê. Sinto-me como um vírus pequenino diante de uma consciência além do nosso planeta sem entender como tudo começou e aonde isto tudo vai acabar. Duvido de tudo... até mesmo das minhas dúvidas. Acho que, no seu caso, o seu interesse é mesmo vender livros, embora tenha consciência da fraude mas, o objetivo final é fazer o seu pé-de-meia. Desculpe-me, posso estar errado, assim como milhões de pessoas também podem estar, neste momento, por qualquer motivo. É natural e normal. Boa Sorte!

João Fernandes - Comerciante - São Paulo/SP

Resposta: Prezado João Fernandes, pelo jeito, você ficou mesmo bem confuso com o conteúdo deste site. Mas, você disse uma frase bem interessante: "Duvido de tudo... até mesmo das minhas dúvidas". Também sou um pouco cético. Segundo Osho Rajneesh, "Não acredite no que eu digo, pois é a minha experiência e não a sua. Experimente, indague e busque".
Gostaria de deixar claro que o meu interesse não é o de vender livros. Meu interesse inicial foi o de pesquisar, juntar informações, construir o site A Fraude do Século e informar. Criar o livro e vendê-lo é apenas uma conseqüência da minha pesquisa e do meu trabalho, mas não foi este o meu intuito inicial.
Agradeço-lhe pelos seus comentários e o espero contar com sua visita novamente quando novos artigos forem incorporados ao site. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Caro André, eu não quero me estender demais, mas tenho algumas considerações a fazer.
Suas análises realmente suscitam dúvidas. Mas geram mais dúvidas que eu gostaria de ter esclarecidas:
1- Por que os Soviéticos e, agora, os Russos, que detinham e detém, respectivamente, vasta tecnologia espacial, não contestaram a ida dos americanos à Lua até hoje?
Os Russos de hoje, como estão com sérios problemas econômicos, poderiam esconder o que têm a dizer, mas os Soviéticos da década de 60 e 70 não teriam porque omitir a farsa. Eles saberiam que o Módulo Lunar nunca teria chegado à Lua.
2- Se tudo foi armado no Deserto de Nevada, por que seria necessário montar fotos sem estrelas e com várias fontes de luz? As estrelas devem ser muito visíveis no deserto. O único trabalho de montagem seria incluir uma foto da Terra e pronto.
E mais: várias fontes de luz criariam várias sombras. Seria muita incompetência apagar as sombras erradas. Quem está armando uma farsa seria tão incompetente?
3- Você talvez não goste muito de futebol, mas é preciso esclarecer que, dependendo do material com o qual a bandeira é confeccionada, ela não abaixa como você indicou em uma das fotos.
4- Se eu acreditasse realmente no que eu estou dizendo e se eu achasse que as provas que eu possuo são incontestáveis, nunca colocaria um texto me eximindo das acusações que estou fazendo para escapar de um processo. Adoraria que me processassem para que pudesse, na justiça, provar que estou com a razão. Ah, mas eles são poderosos!!! Sansão venceu Golias porque possuía as armas certas. Um abraço,

Marco Antonio Arroyo Gonçalves - São Bernardo do Campo/SP

Resposta: Prezado Marco Antônio, primeiramente, gostaria de agradecê-lo por visitar o site A Fraude do Século e deixar seu excelente comentário.
Quanto às suas dúvidas, também não sei porque os soviéticos não contestaram a ida dos americanos à Lua. Já li alguns artigos a respeito, mas não acreditei nas teorias que li. Tem muitas perguntas para as quais ainda não há respostas precisas. Depois que a China mandou o primeiro chinês ao espaço, os chineses passaram a não acreditar em muita coisa também. Yang Liwei revelou que, ao contrário do que está escrito em diversos livros escolares, não dá para ver, do espaço, a grande Muralha da China. O Ministério da Educação Chinês solicitou às editoras que reimprimissem os livros que contêm a mentira. Uma matéria a respeito pode ser lida no endereço http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,OI278503-EI1141,00.html.
Você tem razão em relação às fotos supostamente tiradas no Deserto de Nevada, mas acho que, com as constelações visíveis, ficaria mais fácil de várias pessoas desmascararem a possível farsa. Se eu os considero incompetentes? Considero. Como também os considero muito engenhosos e mentirosos.
Em momento algum eu mencionei que minhas "provas" são incontestáveis (seria mais correto chamá-las de teorias). Muitas pessoas contestam o conteúdo do site. E, como eu já disse em resposta a outro comentário deixado no site, meu intuito não é de provar que eu esteja certo, mas de mostrar que existem outros pontos de vista sobre o que realmente tenha acontecido entre os anos de 1969 e 1972. Muito obrigado. Atenciosamente,
 

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

No seu lugar, eu não lançaria o livro que você pretende, simplesmente porque os argumentos apresentados não resistem a qualquer análise minuciosa, para quem foi educado em física e engenharia. Para não alongar este email, basta você consultar fontes fidedignas, tais como www.badastronomy.com, www.randi.org ou www.csicop.org. A sua dúvida quanto à capacidade dos trajes dos astronautas de resistir à ausência de pressão atmosférica leva à conclusão que os ônibus espaciais também são fraudulentos, uma vez que astronautas realizam missões no espaço de forma rotineira (montagem de estação espacial, telescópio Hubble, etc), com pressão atmosférica inexistente. Quanto à bandeira americana, mesmo na ausência de ar, com o movimento de colocação da mesma no solo lunar, ela apresentaria ondulações, é óbvio.
Não sou americanófilo, muito pelo contrário, tenho horror de Bush, seus asseclas e das guerras e explorações econômicas.
Acho que, para criticar um evento histórico como este, tem que haver embasamento sólido e uma formação científica apropriada, evitando o erro de ser considerado um crítico completamente ignorante.

Almério A. Castro

Resposta: Prezado Almério, primeiramente, gostaria de agradecê-lo por visitar o site A Fraude do Século e pela ótima crítica que você deixou no site.
Os indícios da fraude constantes neste site são baseadas numa grande matéria jornalística da Fox Television, que foi ao ar em 2001, chamada "FOX Special - Conspiracy Theory: DID WE LAND ON THE MOON?" (Especial FOX - Teoria da Conspiração: NÓS POUSAMOS NA LUA?). Logo após este programa ir ao ar, várias pessoas começaram a pesquisar a respeito e a encontrar mais indícios da suposta fraude, como eu também encontrei. Além de encontrar diversas informações contestando a NASA, também encontrei diversos locais que contestavam os que estavam contestando a NASA como o famoso site www.badastronomy.com citado por você e que encabeça a lista de sites indicados para leitura, pela própria NASA, no endereço http://science.nasa.gov/headlines/y2001/ast23feb_2.htm, onde constam também os sites NASA's Moon Hoax, Comments on the FOX Moonlanding Hoax Special, JSC's Lunar Sample Laboratory Facility Tour e Moon Rocks.
Realmente, como você citou, não tenho uma formação acadêmica científica para fazer as contestações que publiquei no site, que foram baseadas em estudos isolados e mera dedução lógica. Os outros dois sites citados por você (www.randi.org e www.csicop.org) também não têm embasamento científico para contestar as contestações feitas à NASA, tendo em vista que são sites voltados à paranormalidade, embora James Randi seja um mestre reconhecido internacionalmente como desmistificador desse tema.
O que posso dizer a você é que, para tentar encontrar a verdade, percorri a Via-Sacra nas duas direções analisando tanto as denúncias como as defesas dos que apóiam a NASA. Confesso que algumas defesas são bem fundamentadas como a explicação de como os grãos da superfície lunar se juntam para formarem as pegadas com a ausência de atmosfera e de umidade. A explicação dada é que as partículas de poeira da Lua não têm o formato arredondado como na Terra, sendo cheias de ramificações que propiciam a uma partícula de poeira grudar com facilidade em outra, tal como um carrapicho gruda nas roupas. Uma explicação como esta pode realmente nos convencer. Mas, também há explicações que considero ridículas, como a dada para justificar as sombras em várias direções diferentes. A explicação dada é que não podemos nos basear numa foto, que só tem duas dimensões, para justificar uma imagem em terceira dimensão. Vendo algumas das fotos deste site e lendo este tipo de argumentação, sinto como se estivessem insultando a nossa inteligência ou a nossa capacidade de percepção.
Meu intuito em lançar o livro não é mostrar às pessoas que existe uma verdade incontestável diferente da que elas conhecem, mas de mostrar que existem outros pontos de vista sobre o que realmente ocorreu de 1969 a 1972. Considero que há dois caminhos a percorrer, várias teorias a traduzir e analisar. Indico a todos que percorram esses dois caminhos e tirem suas próprias conclusões.
Mudando um pouco de assunto, já que você odeia o George W. Bush (como eu), vou lhe fazer uma sugestão de um best-seller que li (um dos melhores!) e que mostra como há hipocrisia, fraudes, corrupções, ocultação de fatos e tudo mais que você imaginar nos Estados Unidos, como também censura, ocorrida inclusive com este próprio livro, da Editora W11, que se chama STUPID WHITE MEN - Uma Nação de Idiotas, de Michael Moore, crítico número 1 da Era Bush Júnior e vencedor do Oscar de melhor documentário em 2003, ficando muito conhecido mundialmente por dizer, ao receber o Oscar, "Faço não-ficção em um país que, numa eleição fictícia, elegeu um presidente fictício que nos mandou para uma guerra fictícia! Tenha vergonha Sr. Bush!".
Finalizando, gostaria de saber em qual cidade/estado você reside e qual é a sua profissão. Pois, considero sua crítica uma das melhores já recebidas no site A Fraude do Século e gostaria de publicá-la no link Comentários.
Mais uma vez, agradeço-lhe pela sua crítica e convido-o a continuar acessando este site, que trará novas e interessantes matérias brevemente. Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

Gostaria de citar algo:
1o Os astronautas poderiam se comunicar em tempo real através do satélite, pois o satélite foi inventado há mais de 100 anos. 2o Essas fotos não se encontram no VERDADEIRO site da NASA.

Najla Melles de Oliveira - Professora - Ribeirão Preto/SP

Resposta: Prezada Najla, primeiramente, gostaria de agradecê-la pela visita ao site A Fraude do Século. Quanto às suas afirmações, sinto dizer-lhe que você não está correta. Nenhum satélite faz comunicação (nem atualmente) a tal distância transmitindo voz e imagem em tempo real. Perde-se tempo na transmissão, decodificação e recepção dos dados.
Você está dizendo que as fotos não estão no site da NASA? Veja bem: posso ter idéias que sejam conflitantes com os ideais de várias pessoas, mas não sou mentiroso. No meu site tem dezenas de fotos que obtive do site da NASA. Basta clicar sobre cada uma para confirmar. Tem vários links no site também que levam você ao site da NASA. Se mesmo assim não estiver acreditando, acesse www.nasa.gov, clique em GO TO MAIN NASA SITE (vá para o site principal da NASA) e faça uma busca no site por apollo 11 image gallery, escrevendo estas palavras na caixa de texto FIND IT @ NASA e clicando no botão +GO. Após isso, acesse o link que surgirá no vídeo e você verá que não sou o mentiroso como deve estar pensando que sou.
E depois de confirmar que as fotos foram realmente tiradas da NASA, será que você passará a acreditar no que digo? Atenciosamente,

André Basílio - Site A Fraude do Século

Resposta: Meu amigo, cometi um erro e consegui achar as fotos no site da NASA. Me desculpe. Bom, eu sei que pode parecer ignorância, mas é muito difícil acreditar que o homem nunca foi à Lua. Estou dividida. Não sei no que acreditar pois, se sua tese for verdadeira, isto é algo que pode mudar o destino dos EUA e até mesmo do Brasil, pois nós somos um país de terceiro mundo e se você estiver correto, o conceito que os países de primeiro mundo têm do Brasil podem até mudar. Estou achando tudo isso muito interessante. Suas explicações são realmente muito convincentes mas, como disse, ao mesmo tempo é difícil acreditar que "os poderosos" tenham cometido tamanha mentira. Você pode até estar pensando "que mulher louca", mas isto não passa só na minha cabeça e sim na cabeça de 99% das pessoas que entram em seu site. De qualquer jeito, se você tem certeza de que tudo foi uma farsa, corra atrás e tente desmascará-los. Boa Sorte!

Najla Melles de Oliveira - Professora - Ribeirão Preto/SP

 

 

André, parabéns pela variedade de informações contidas no site. Estas informações me deixaram com bastantes dúvidas de uma situação que para mim (e acredito que para outras pessoas também) era de uma verdade incontestável. Continue buscando mais informações para que, quem sabe um dia, seja definitivamente esclarecida esta dúvida.

Paulo Gottschalg Duarte - Comerciante - Pará de Minas/MG

 

 

André, parabéns pelo artigo! Tendo a concordar com seus argumentos. Mas gostaria que você lesse este artigo www.badastronomy.com/bad/tv/foxapollo.html, chamado de "Má Astronomia", se é que você já não o conhece. Lá eles rebateram os mesmos argumentos que foram expostos aqui. Gostaria de saber se já existe um argumento contra esse "contra-argumento".

Priscila Jänsch - Geóloga - Mainz/Alemanha

Resposta: Prezada Priscila, já li o conteúdo desse site como também de outros do mesmo gênero. Acessando o endereço http://science.nasa.gov/headlines/y2001/ast23feb_2.htm você encontrará links para diversos locais que também não acreditam que tudo teria sido uma fraude. Não conheço sites que contestem os que defendem a NASA. Algumas teses de defesa eu confesso que "poderia ser" mas, tem muitas que não dá para engolir! Obrigado pelo apoio!

André Basílio - Site A Fraude do Século

 

 

"André, realmente já não acreditava na versão sobre a ida do homem à Lua, porém, nunca tinha encontrado um material tão completo sobre o assunto após a rede Globo ter apresentado uma matéria no Fantástico sobre a "suposta" farsa da NASA. Parabéns e continue nesse caminho de esclarecer e enriquecer os conhecimentos de todos os que acreditam que a boa conduta ainda é o melhor caminho.

Alexandre Ricardo - Revendedor de produtos de informática - Presidente Prudente/SP

 

 

"André, não acho correto você divulgar um Hoax em seu site. Aquela entrevista da Al Qaeda não ocorreu. Não existe um Al-Asuquf no alto escalão da Al Qaeda. Se você olhar bem, repare que Asuquf é Fuqusa (FuckUSA) ao contrário. Aquele texto já entrou até na Enciclopédia de Hoax! Verifique isso no link: http://antivirus.about.com/library/hoaxes/bljazeera.htm."

Thiago Marcos Pinto Santos - Empresário - Divinópolis/MG

 

 

"É verdade... Tenho uma prima que nunca acreditou que o homem foi à Lua. Quando ela falava, todos zombavam dela. Porém, diante destas questões, fica muito difícil decidir em acreditar ou não. Sempre fiquei nessa... Nunca me decidi. Mas, tem um fator que, para mim, é o que conta mais; e não vi aqui no site: Se o homem esteve na Lua, por quê nunca mais conseguiu voltar??? Assisto a Discovery todos os dias. Será que todos esses projetos de estações espaciais, o homem em marte e coisa e tal são artigos inventados para criar uma fantasia em nossas cabeças???"

Bruno Pereira - Analista de Sistemas - Salvador/BA

 

 

"André Basílio, sou professor e fiquei surpreso com as suas colocações. Já estou duvidando que o homem foi à Lua realmente. Parabéns! Espero ter alunos como você. Um abraço! Continue seus estudos para acabarmos com a dominação americana no mundo todo."

Marco Antonio Hemerly dos Santos - Professor - Serra/ES

 

 

"Quero parabenizá-lo pelo seu ponto de vista. Realmente são intrigantes os fatos mencionados e o que eu quero adicionar é a falta de fotos dos astronautas em saltos flutuantes sendo que, quando pisassem na superfície lunar, provocariam uma poeira momentânea, pois seria o espetáculo maior para mostrar pro resto do mundo."

Rogério Lourenço

 

 

"Nossa... estou sem palavras! São questões simples mas que poucos param para analisar e, após ler tudo isto, sinto-me ridicularizada! Queria lhe parabenizar por ir atrás de todos estes dados e tentar abrir os olhos da civilização que engole sem questionamentos tudo o que a mídia impõe! Parabéns novamente, e obrigada!"

Eveline - Estagiária - Chapecó/SC

 

 

"Cara, um dos melhores sites sobre esse tipo de assunto que eu já vi!!! Meus parabéns mesmo!!!"

Robson Monteiro - Estagiário de Informática - Taubaté/SP

 

 
 

Inscreva-se agora para adquirir o livro A Fraude do Século. Este livro está em fase de desenvolvimento e conterá diversos indícios de fraudes existentes neste site e outras mais. Caso tenha interesse em ser uma das primeiras pessoas a adquirir o livro A Fraude do Século autografado pelo autor, cadastre-se nesta lista de pedidos.
(Solicitaremos posteriormente sua confirmação do pedido após a finalização da primeira edição do livro)